No começo foi apenas um rolinho…

Perda e Permanência

“Eternizar momentos” é o que mais se diz sobre a fotografia.

Perda-e-Permanencia-4895006

No entanto, não sei como essa afirmação possa ser verdade.

“A fotografia é, pois, a articulação do que se perde e o que permanece”.

Na fotografia analógica comum, o que permanece é o negativo. Que recebeu uma sombra (ou reflexo) de algo que foi real, e mesmo assim, se perdeu naquele momento, e no sentido em que nós humanos percebemos o tempo jamais poderia ter sido eternizado. Assim, só nos resta a sombra que aviva nossa memória excita as emoções, essa sombra no caso da fotografia analógica, é física. É um negativo, uma película de filme, por onde a luz atravessou e deixou marcas nos haletos de prata. Só essas manchas permanecem. É uma ilusão poderosa, e penso que você fotógrafo, deve reconhecer essa ilusão em vez de pensar ingenuamente que pode “eternizar um momento”.

Perda-e-Permanencia-4346010

Essa distinção é necessária ao artista para poder se libertar do que acha que é fotografia de reportagem e entrar na liguagem de sentimentos, na produção artistica intencional. Mesmo a fotografia de reportagem não reflete o real, sempre há uma manipulação, consciente ou não, daquela realidade particular. Por maioria das vezes, senão sempre, o que é visto, é lembrado de maneira diferente do que aconteceu, e no final das contas, nem importa como aconteceu, mas sim como é lembrado e revivido. E se você, como fotógrafo, assumir também o papel de artista, deverá também interferir nessa lembrança de modo que o fato em si possa se perder, como fatalmente acontecerá, e permaneça a intenção, a atitude, a transmutação do cotidiano em arte representativa.

Nesse sentido, a fotografia, creio, pode ser Familiar, Genêrica, ou Icônica.

É familiar quando você reconhece uma pessoa em particular. Foto da sua sobrinha, to teu pai, de um amigo. Mesmo fazendo referência a ele, a imagem não é um momento apreendido, é uma sombra, um reflexo de uma de todas as fotografias possíveis daquela pessoa.

É genérica quando representa “qualquer” pessoa. Quando você vê uma foto de um bebê e você percebe que não traz nenhuma informação pessoal, nenhum acontecimento específico, é um bebê mas nenhum em particular. Nesse caso o fotografado original perdeu-se no significado e restou apenas uma vaga lembrança sobre coisas que são fotografáveis.

É icônica quando é um signo, uma mensagem específica. Quando a foto de uma mulher com criança no colo represeta todas a mães, ou quando um olhar por entre os panos representa todos as mulheres do islã. Ou quando um soldado sujo representa todos os filhos levados pela guerra. Nestes, torna-se mais evidente a perda e permanência. Não há mais um momento, não mais do que todo o momento histórico que, por exemplo, todas as guerras representam. E se perde o fotografado e o fotógrafo, mesmo que fique uma mémoria a respeito do artista, este não possui mais a obra, o mundo possui a obra.

Perda-e-Permanencia-4345001

Então, dessa forma, você fotógrafo, seja amador ou profissional, seja hobista compulsivo ou exporádico, o que faz de suas fotos? Acha que apreende momentos? O que faz daquilo que houve, existiu ou foi encenado? Suas fotos são familiares, genéricas ou icônicas? Não é um assunto de fácil digestão, nem absolutamente resolvido, abre-se aqui, dessa forma uma porta para discussão do que é real, do que é possível fotografar, e se a fotografia, é um momento eternizado ou exatamente o oposto, apenas um resquício do que se perdeu.

E o simples fato de pensar sobre isso pode melhorar suas fotos e faze-las ganhar em valor artístico e expressividade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s