No começo foi apenas um rolinho…

Texturas e Padrões – Elementos Formais de Composição

Antes de mais nada, se você ainda não leu minha introdução sobre as Regras de Composição reserve alguns minutos para isso.

Padrões

Padrões são formas repetitivas ou muito semelhantes. Fotografar pode ser descobrir e enquadrar formas e jogos de luz e sombra que se repetem criando a sensação de ritmo. Somos automaticamente atraítos para padrões visuais e rítmicos e conseguimos indetificá-los e memorizá-los facilmente. Mas afotografia é mais que isso, é preciso aproveitar os padrões para estabelecer ritmo e narrar uma história, ou uma sensação, e para isso, desconstruir o padrão de forma que permaneça apenas o ritmo, mas a repetição monótona e enfadonha seja substituída por surpresa, surrealismo.

Padroes E Texturas-0049015

O padrão outrora simétrico da vidraça, é alterado pela perspectiva e projeção das sombras oblongas. O ritmo também é quebrado pela força da luz do Sol.

Padroes E Texturas-0049014

Aqui a repetição do piso é quase imperceptível mas a repetção das portas é bastante forte realçada pelo contraste entre parte iluminada e parte escura da fotografia. Um desdobramento sólido e frio.

Os padrões surgem naturalmente mas muitos são feitos por humanos em construções civís, tecidos, ou outras estruturas. Mas alguns padrões e tão intrincados e complexos que passamos a chamar-lhes de texturas, como o piso da foto acima e as paredes de pedra da foto abaixo.

Padroes E Texturas-0049026

Neste caso, a textura dá-se pela natureza dos materiais e além da sua organização. As pedras tem sua textura típica reforçada pelas linhas de sobra entre elas.

A textura não é, necessariamente, apenas rugosa e forte. Pode-se também fazer com que o motivo de uma boa fotografia seja o contraste entre duas texturas, o mais comum é a pele e cabelos ou pelos das pessoas.

Padroes E Texturas-0037027

Nesta foto, tanto o contraste de luz e sombra, quanto o contraste entre tipos de textura ajudam a fazer uma boa composição.

Ainda pensando em padrões intrincados, podemos considerar as arvores como textura apenas em vez de objetos isolados. Mudando o pensamento sobre o objeto a ser fotografado, você pode alterar o resultado final. Nos dois exemplos seguintes há pouca distinção do que é folhas no chão (primeira foto) e o que é arvore (segunda foto). Neste sentido, não há mais uma interpretação de unidade de textura do que apenas soma de objetos individuais.

Padroes E Texturas-0049025 Padroes E Texturas-0049030

E mais uma vez, podemos lembrar que vale muito a pena “quebrar” a padrão/textura com um objeto que apresente uma textura diferente, ou até uma iluminação ressaltada. Como no exemplo abaixo:

Padroes E Texturas-0047006

Nesta foto, temos o padrão de arvores como linhas verticais fortes, a textura forte da grama, e em linhas horizontais com textura mais sauve, a mesa de piquenique. Ou mais evidentemente no exemplo abaixo 🙂
Padroes E Texturas-0049029

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s